O estresse de minorias




Nossas dores e stress não são “mimimi”


O preconceito social tem desdobramentos na nossa saúde mental e física


Afinal, basta qualquer pessoa pensar em como fica em um dia de estresse (com alguma entrega no trabalho, discussão familiar, etc)


O estresse de minorias abre espaço para pensar em como esse estado pode ser sentido diariamente por pessoas apenas por existirem


E ainda se pensarmos de uma maneira mais ampla, podemos ver nuances


Por exemplo, de que o sofrimento de um homem gay cis branco é totalmente diferente do de uma mulher trans preta bissexual ou de uma mulher cis lésbica idosa assexual


Não é comparação, mas uma constatação de que os grupos apresentam diferentes lugares sociais


Não é à toa que falar de saúde de uma forma geral exclui pessoas LGBTQIAP+, afinal, exclui diferentes histórias de vida


Por isso, não é mimimi, é busca pelo direito de existir


E aqui na Pride não é mimimi a luta diária contra a lgbtqia+fobia que nos atravessa de diferentes formas, não é mimimi um atendimento especializado que acolha a toda diversidade humana 🌈



39 visualizações0 comentário